Fotografia | Detalhes

Perceber os pequenos detalhes é encontrar a simplicidade nas coisas julgadas insignificantes. Eu me considero uma pessoa detalhista e observadora, e através da fotografia é possível capturar aquilo que talvez não daríamos tanta importância se olhássemos a olho nu. Foi a pensar nisso que compilei diversas fotos em que eu quis registrar pequenos detalhes de aleatoriedades que me cercam.

dsc07808A beleza da simplicidade cotidiana.

dsc07810A beleza da simplicidade cotidiana. ²

img_20161016_072338O Sol tocou o móvel e a fotografia se fez bela.

dsc01933Quando a natureza é gentil e posa/pousa para a foto. ♥

dsc01340Pianinho. ♥

dsc01337HQ linda de Star Was!

dsc02046

dsc02043

dsc02045“(…) mas o carrossel nunca para de girar”

Eu não quis colocar mais fotos, para o post não ficar grandão, mas com certeza terão outros como este. ♥

X

capture-20160721-201134

Playlist | Enya

p01bqmrr
Foto encontrada aqui

New Age e música Celta sempre foram estilos muito distantes dos que estou acostumada a ouvir, mas quando conheci a cantora Enya, isso mudou.

Soube de Enya através de alguém que eu seguia no Twitter. Eu sempre via tweets dessa pessoa (que eu não me lembro quem é) a falar e elogiar a cantora em vários aspectos. Eu decidi então pesquisar para conhecer seu trabalho e ela se tornou uma das minhas cantoras preferidas.

As canções de Enya transmitem uma paz inexplicável. Cada letra e melodia proporciona sensações e emoções arrebatadoras – particularmente. Sem contar o fato de que ela possui uma voz tão serena que, sempre que escuto, pareço flutuar. Inclusive, inclui várias de suas músicas em meus rituais de meditação e exercícios de concentração, principalmente as instrumentais.

Pretendo escrever mais sobre Enya futuramente, em um post mais elaborado, mas hoje só estou aqui para compartilhar com vocês uma playlist que criei no Spotify com várias músicas maravilhosas dela (estou adicionando aos poucos)!

O que vocês acharam? Já conheciam Enya?

X

capture-20160721-201134

Uma flor eterna, Amarantine

large-1
Foto: We Heart It

Escolher um nome para um blog pode ser desafiador. Decidir o nome deste blog custou-me vários dias imersa em pensamentos a tentar encontrar um nome do qual eu gostasse e que significasse algo. E, depois de tantas ideias, de tantas frustrações por já existirem blogs com os nomes que eu pensava, encontrei onde menos esperava.

Foi ao ouvir Enya que o nome surgiu. Enya é uma das minhas cantoras preferidas e, enquanto eu ouvia suas canções em uma tarde chuvosa, Amarantine começou a tocar como se fosse uma canção tocada pelos deuses.

Amarantine,
vem do grego Amarantos.
Poetas usam a palavra para descrever uma flor eterna.

Eu analisei a letra da música, pesquisei os significados e, o pouco que encontrei, me inspirou a nomear o blog com essa palavra. E foi algo extremamente simbólico; possui um significado tocante para mim, em que seria extremamente difícil explicar. Mas, o motivo pra eu ter escolhido uma palavra que simboliza algo eterno para nomear este singelo blog, é porque somos seres finitos, e acredito que tudo aquilo que fazemos de bom para as pessoas, para o planeta e para nós mesmos será uma história que nos manterá vivos enquanto houver vestígios disto (referência à uma frase de Rubel*). Esta é uma forma de eternidade.

E eu desejo, de coração, que todas as palavras que eu depositar aqui, em um papel de carta ou qualquer outro lugar, desperte coisas boas em quem ler, pois escrevo para florescer; e se eu florescer, talvez eu possa enfeitar vidas. ♥

X

capture-20160721-201134

* “Eu vou viver enquanto houver um vestígio dos quadros que eu fiz“, Rubel.

Um (novo) recomeço

Algum tempo atrás, deixei um pequeno recado informando que eu abandonaria o blog por alguns motivos e não imaginei que ficaria tanto tempo sem escrever por aqui. Mas, as coisas aconteceram assim. Os motivos, não importam mais agora, então não convém falar. O fato é que se estou a escrever-lhes aqui hoje é porque a vontade de fazer isso foi maior do que todos os problemas no caminho.

Quero agradecer imensamente às pessoas lindas do grupo Daydream, pelo incentivo e comentários lindos em posts antigos – que agora se encontram em modo privado pelo novo rumo que este blog vai tomar. Talvez, vocês nem se lembrem mais, mas todas as palavras ficaram guardadinhas na mente e coração (♥) e, depois de reler todas elas, decidi finalmente voltar a escrever no blog.

Bem, era o que eu tinha a falar no momento. sejam bem-vindos à este cantinho, e até a próxima!

 ♥