Fotografia | Detalhes

Perceber os pequenos detalhes é encontrar a simplicidade nas coisas julgadas insignificantes. Eu me considero uma pessoa detalhista e observadora, e através da fotografia é possível capturar aquilo que talvez não daríamos tanta importância se olhássemos a olho nu. Foi a pensar nisso que compilei diversas fotos em que eu quis registrar pequenos detalhes de aleatoriedades que me cercam.

dsc07808A beleza da simplicidade cotidiana.

dsc07810A beleza da simplicidade cotidiana. ²

img_20161016_072338O Sol tocou o móvel e a fotografia se fez bela.

dsc01933Quando a natureza é gentil e posa/pousa para a foto. ♥

dsc01340Pianinho. ♥

dsc01337HQ linda de Star Was!

dsc02046

dsc02043

dsc02045“(…) mas o carrossel nunca para de girar”

Eu não quis colocar mais fotos, para o post não ficar grandão, mas com certeza terão outros como este. ♥

X

capture-20160721-201134

Uma flor eterna, Amarantine

large-1
Foto: We Heart It

Escolher um nome para um blog pode ser desafiador. Decidir o nome deste blog custou-me vários dias imersa em pensamentos a tentar encontrar um nome do qual eu gostasse e que significasse algo. E, depois de tantas ideias, de tantas frustrações por já existirem blogs com os nomes que eu pensava, encontrei onde menos esperava.

Foi ao ouvir Enya que o nome surgiu. Enya é uma das minhas cantoras preferidas e, enquanto eu ouvia suas canções em uma tarde chuvosa, Amarantine começou a tocar como se fosse uma canção tocada pelos deuses.

Amarantine,
vem do grego Amarantos.
Poetas usam a palavra para descrever uma flor eterna.

Eu analisei a letra da música, pesquisei os significados e, o pouco que encontrei, me inspirou a nomear o blog com essa palavra. E foi algo extremamente simbólico; possui um significado tocante para mim, em que seria extremamente difícil explicar. Mas, o motivo pra eu ter escolhido uma palavra que simboliza algo eterno para nomear este singelo blog, é porque somos seres finitos, e acredito que tudo aquilo que fazemos de bom para as pessoas, para o planeta e para nós mesmos será uma história que nos manterá vivos enquanto houver vestígios disto (referência à uma frase de Rubel*). Esta é uma forma de eternidade.

E eu desejo, de coração, que todas as palavras que eu depositar aqui, em um papel de carta ou qualquer outro lugar, desperte coisas boas em quem ler, pois escrevo para florescer; e se eu florescer, talvez eu possa enfeitar vidas. ♥

X

capture-20160721-201134

* “Eu vou viver enquanto houver um vestígio dos quadros que eu fiz“, Rubel.

Um (novo) recomeço

Algum tempo atrás, deixei um pequeno recado informando que eu abandonaria o blog por alguns motivos e não imaginei que ficaria tanto tempo sem escrever por aqui. Mas, as coisas aconteceram assim. Os motivos, não importam mais agora, então não convém falar. O fato é que se estou a escrever-lhes aqui hoje é porque a vontade de fazer isso foi maior do que todos os problemas no caminho.

Quero agradecer imensamente às pessoas lindas do grupo Daydream, pelo incentivo e comentários lindos em posts antigos – que agora se encontram em modo privado pelo novo rumo que este blog vai tomar. Talvez, vocês nem se lembrem mais, mas todas as palavras ficaram guardadinhas na mente e coração (♥) e, depois de reler todas elas, decidi finalmente voltar a escrever no blog.

Bem, era o que eu tinha a falar no momento. sejam bem-vindos à este cantinho, e até a próxima!

 ♥